Browsing articles in "Futebol"
Nov 8, 2012

Boa, professor.

 

Tite surpreende e testa Jorge Henrique na equipe titular

 

DE SÃO PAULO – O atacante atuou ao lado do argentino Martínez e do peruano Guerrero na primeira parte do coletivo em campo reduzido realizado ontem pelo técnico Tite.

Jorge Henrique ficou quase o tempo todo na equipe titular e só foi substituído por Romarinho na parte final do treino.

O atacante, que substituiu Guerrero na última partida, tem boas chances de ganhar uma nova oportunidade no jogo contra o Coritiba, no sábado, no Pacaembu.

O meia Danilo, machucado, deve continuar fora da equipe, assim como o atacante Emerson, que só no início desta semana voltou a realizar treinos físicos. A previsão é que ele só retorne ao futebol mais próximo do Mundial de Clubes.

www.folha.com.br  

Nov 8, 2012

Uma pena.

CORINTHIANS NÃO VENCE E ESTÁ FORA DA COPA DO BRASIL SUB-20

 

Timão luta, mas não avança para quartas de final da Copa do Brasil Sub-20

Na noite desta quarta-feira (07), o Sub-20 do Corinthians perdeu por 1 a 0 para o Vasco, em partida válida pelas oitavas de final da Copa do Brasil da categoria. O duelo aconteceu no estádio São Januário, no Rio de Janeiro.

No primeiro tempo, o Timão começou de forma ofensiva e pressionando o adversário. Na volta do intervalo, o técnico Zé Augusto alterou o meio campo e a equipe conseguiu criar mais oportunidades. Mas, em um contra-ataque, o Vasco abriu o marcador. Mesmo pressionando, o time do Parque São Jorge não conseguiu o empate. Com o resultado, o Timão não avança para as quartas de final do torneio.

‘Foi um jogo acirrado, fizemos uma boa atuação, mas não aproveitamos a oportunidade e eles conseguiram marcar em um contra-ataque’, explicou o volante Willian Arão.

www.meutimao.com.br

 

Nov 8, 2012

Banzai!

Em guia do Mundial, Corinthians diz ter tradição no judô, destaca Lula e resgata até Garrincha e Deco

Bruno Thadeu e Paulo Passos
Do UOL, em São Paulo

  • Corinthians preparou guia para apresentar clube no Japão
    Corinthians preparou guia para apresentar clube no Japão

O Corinthians já tem pronto um guia para apresentar o clube no Japão. Com versões em japonês, inglês e português, o folheto de quarenta páginas será entregue à Fifa, aos clubes rivais e aos jornalistas que forem trabalhar no Mundial de Clubes.

No perfil institucional, o clube ressalta os títulos conquistados nos últimos anos, o aumento dos valores obtidos com patrocínios e a construção do estádio em Itaquera. Outros dados também são apresentados no documento. O time diz ter tradição em judô, esporte popular no Japão, e estima que 15 mil torcedores irão ao país. Jogadores e torcedores ilustres são apresentados, com destaque para o ex-presidente Lula.

“Temos tradição em modalidades como judô, tamboréu e bocha”, diz texto assinado pelo presidente Mário Gobbi. “Temos o terceiro maior patrocínio de material esportivo do mundo – da Nike – e as nossas camisa está entre as cinco mais valorosas do mundo”, diz também o presidente. Até agora, entretanto, o clube não conseguiu fechar um patrocínio máster para a temporada.

 

Em uma seção batizada de galeria de heróis, o clube apresenta dezenas de jogadores que passaram pelo clube. Além dos destaques óbvios para Sócrates, Ronaldo, Rivellino e Neto, outros com passagens apagadas pelo time, como Deco e Garrincha, também aparecem na lista. Ex e atuais corintianos que atuaram no Japão, como Danilo, Alcindo e Fumagalli aparecem em uma página com o título “Ponte aérea com o Japão”.

Nove torcedores ilustres são apresentados no manual. Entre eles, três ex-presidentes da república: Fernando Henrique Cardoso, Jânio Quadros e Lula, que aparece em uma foto com a taça da Copa do Brasil.

O Corinthians viaja para o Japão no dia 4 de dezembro. A estreia no Mundial será no dia 12 de dezembro, na cidade de Toyota, contra um adversário ainda indefinido. Caso passe pela semifinal, o clube jogará a decisão em Yokohama.

www.uol.com.br

Nov 8, 2012

Isso mesmo. Acelerar.

 

Paulo André garante que time não vai diminuir ritmo de olho no Mundial

Zagueiro do Corinthians promete empenho da equipe até a última rodada do Brasileirão
 
RAPHAEL RAMOS – O Estado de S. Paulo

SÃO PAULO – Nem mesmo o risco de se machucar às vésperas do Mundial vai fazer os jogadores do Corinthians tirarem o pé nesta reta final do Campeonato Brasileiro. Quem garante é o zagueiro Paulo André, um dos líderes do grupo e homem de confiança de Tite. Segundo o jogador, até mesmo no clássico com o São Paulo, dia 2 de dezembro, um dia antes de o time embarcar para o Japão, o Corinthians jogará com empenho.

 

Defensor quer equipe usando o Brasileirão como treinamento final para o Mundial - Nilton Fukuda/Estadão - 09/11/2011
Nilton Fukuda/Estadão – 09/11/2011
Defensor quer equipe usando o Brasileirão como treinamento final para o Mundial

 

“Esse tipo de jogo é bom para deixar o time pronto. Pela rivalidade, há sempre um risco maior de lesão, mas se entrar com o pé mole a chance de se machucar é maior”, disse.

Para Paulo André, inclusive, é fundamental o Corinthians jogar bem as próximas partidas porque o desempenho da equipe no Brasileiro terá reflexo direto no Mundial. “Não é porque vamos para o Japão que vamos diminuir o ritmo que nos levou ao patamar que conseguimos atingir”, afirmou.

O zagueiro, porém, admitiu que o Corinthians não está, hoje, no mesmo nível de julho, quando conquistou a Libertadores de forma invicta. “Sem dúvida o nosso auge foi no dia 4 de julho, na final contra o Boca Juniors, mas nunca baixamos a guarda. Nosso objetivo é retomar aquele patamar nesta reta final do Brasileiro e nos dois jogos do Mundial, e estamos trabalhando para isso”, disse.

Parte do planejamento de Tite para conseguir fazer a equipe voltar a jogar bem é não focar apenas no Chelsea, possível adversário na final do Mundial. O treinador, segundo Paulo André, tem insistido que o time tem de, nesse momento, se concentrar no adversário da semifinal. “Ele tem batido nessa tecla. Vai ser um jogo difícil, decidido nos detalhes.”

www.estadao.com.br

Nov 7, 2012

Grande Rivellino

 

Rivellino volta à TV inspirado em comentaristas globais e com inusitada defesa da arbitragem 

 Bruno Freitas, do UOL Esporte 

Um dos mais célebres comentaristas de futebol entre aqueles com origem dentro de campo está de volta à televisão. O campeão mundial Roberto Rivellino retomou as atividades na opinião esportiva após um hiato de dez anos, com a estreia como integrante fixo do Cartão Verde da TV Cultura na noite da última terça-feira.

Famoso pela dobradinha com Luciano do Valle na Bandeirantes ao longo da década de 90, Rivellino disse que volta à TV reconhecendo o trabalho de nomes de Globo/Sportv como os destaques da função nos últimos anos. O ídolo de Corinthians e Fluminense ainda apresentou em sua noite de estreia uma inusitada defesa da arbitragem, classe massacrada pela crônica esportiva particularmente neste Brasileiro de 2012, semana após semana, em razão de sucessivos erros graves em partidas da competição.

“Coitados dos árbitros hoje. Antigamente tinha uma câmera. Hoje no futebol você não pode fazer nada. E os árbitros, coitados, é aquela fração de segundo, e a gente critica. Aí o comentarista que está fazendo o jogo fala: ‘esse ângulo não é bom, põe outro ângulo, não deu para ver’. O errar faz parte. Eles estão muito expostos neste aspecto. Você tem várias câmeras, e o árbitro não tem essa visão. E ele tem que decidir”, disse Rivellino ao UOL Esporte nos bastidores, em opinião reproduzida também ao vivo no programa.

“Hoje acontece uma coisa, e aí você espera uma semana para resolver, para você julgar. Isso não existe. O que o árbitro faz lá? Então põe uma câmera, porque o juiz nem autoridade tem mais”, concluiu o ex-jogador, que se diz um defensor da malandragem como recurso de jogo.

A reportagem do UOL conversou com Rivellino ao acompanhar a estreia do ídolo, nos bastidores do Cartão Verde, na sede da TV Cultura em São Paulo. Antes do programa o titular da seleção campeã do mundo em 1970 foi tietado pela apresentadora do Jornal da Cultura, Maria Cristina Poli, e respondeu perguntas de como vê o trabalho de comentarista praticado hoje em dia, com poucos desempenhos dignos de menção, em sua visão.

“Eu gosto muito do Casão (Casagrande), da maneira como ele foca o jogo, como ele enxerga o jogo. O (Maurício) Noriega também é uma pessoa que eu tenho um carinho. Ele vê o jogo de uma maneira legal, parece que a gente está vendo a mesma coisa. Tem o Caio (Ribeiro) hoje, um garoto que está muito bem, tem um foco muito legal. Mas são poucos. Você não tem tantos comentando bem”, opina o novo integrante do Cartão Verde.

Rivellino também discorreu sobre sua formação na TV, em processo que diz ter contado com intervenção decisiva de Luciano do Valle. Também cita o comentarista Juarez Soares, o apresentador Elia Júnior, o falecido repórter Ely Coimbra e a estrela José Luiz Datena como profissionais que ajudaram em seu desenvolvimento na telinha.

NO AR, RIVA DIZ QUE NEYMAR JOGARIA NA SELEÇÃO DE 70

Além da defesa da arbitragem Rivellino pontuou sua estreia no Cartão Verde com opiniões de algum risco, descartando o conforto de “cima do muro”, como por exemplo ao dizer que Muricy Ramalho e Abel Braga são hoje os técnicos mais adequados para dirigir a seleção brasileira, apesar de reconhecer que o tempo não é de mudanças.

No debate com os jornalistas Vladir Lemos, Vitor Birner e Celso Unzelte, Rivellino ainda lamentou o que entende ser uma safra ruim do futebol brasileiro, com a exceção única de Neymar. O campeão do mundo disse que o craque santista tem mostrado ser bom o suficiente a ponto de ser hipoteticamente encaixado na decantada seleção do tri de 1970.

“No meu lugar, não”, disse em tom descontraído sobre a escalação de Neymar na equipe que tinha Pelé como camisa 10. “Teria lugar, poderia ser útil para a seleção de 70″, acrescentou.

RIVELLINO OCUPA LACUNA DEIXADA POR SÓCRATES

Cartão Verde completa 20 anos em março do próximo ano e fecha 2012 preenchendo a lacuna deixada pela morte de Sócrates há 11 meses. A equipe do programa debateu alguns nomes para a posição de origem boleira da “mesa redonda” e chegou a Rivellino em uma sacada de Michel Laurence, veterano jornalista da TV Cultura e idealizador da atração.

Na noite de estreia o apresentador Vladir Lemos elogiou a desenvoltura do novo integrante do programa, ao lado dos demais comentaristas fixos. O jornalista celebra a aquisição famosa para o time de opinião do programa.

“É um grande prazer. Não existe essa comparação. Quem conheceu o Magrão (Sócrates) sabe que era um cara insubstituível, uma figura ímpar. E a gente precisava de alguém que tivesse vivido o futebol, que tivesse essa experiência. E a gente teve a sorte de contar com um cara da envergadura do Rivellino. Para a gente foi um salto”, afirmou o apresentador.

Da sua parte, Rivellino comemora que pode voltar a ser comentarista sem precisar sacrificar seus finais de semana, em uma rotina de décadas como jogador e igualmente na primeira parte de sua vida na TV. Tudo porque, atualmente, o Cartão Verde é exibido pela TV Cultura às terças-feiras, às 22h.

www.uol.com.br

Nov 7, 2012

De novo !

 

Vagner Love é ventilado no Corinthians, mas diretoria nega interesse

 

Edoardo Ghirotto, especial para a GE.NetSão Paulo (SP)

A eterna novela envolvendo o ex-palmeirense Vagner Love e o Corinthians voltou a ter mais um capítulo nesta terça-feira. Segundo informações veiculadas no Rio de Janeiro, o Timão já teria entrado em contato com centroavante do Flamengo para viabilizar a sua vinda na próxima temporada. Os boatos, no entanto, pegaram a diretoria paulistana de surpresa e foram prontamente negados pelo diretor de futebol Roberto de Andrade.

O dirigente foi chamado no CT Joaquim Grava para comentar sobre um novo interesse do clube em contar com o atual camisa 99 do Flamengo e não escondeu sua insatisfação diante da forma como o assunto foi tratado antes do Mundial de Clubes da Fifa. “O Vagner Love não foi oferecido e o Corinthians também não está negociando com o Vagner Love. Não sei de onde surgiu isso, não sei se pela imprensa. Não existe nada de Vagner Love no Corinthians.”

A contratação de Vagner Love protagonizou uma das principais novelas envolvendo o Timão no mercado de transferências. Em 2005, a equipe contava com os milhões de dólares investidos pela MSI e chegou a estampar camisas com o nome do atleta em lojas oficiais. O próprio atacante concedeu uma entrevista em um estabelecimento licenciado pelo time, mas nunca foi liberado pelo CSKA Moscou para reforçar o clube de Parque São Jorge.

Sem tomar uma postura ousada como a vista na época, Roberto de Andrade garantiu que o foco está apenas no Mundial e reiterou que o Corinthians não irá especular contratações até o encerramento da competição. “É um grande jogador. Qualquer clube gostaria de ter o Vagner Love no seu elenco, mas não é o caso. Não sabemos se vamos trazer mais um atacante ou não. Isso não está definido com a comissão técnica e não podemos frisar o nome do Vagner Love ou de qualquer outro atleta.”

Caso o Corinthians queira de fato ter o centroavante flamenguista, o time teria de arcar com uma pesada dívida contraída pelo Rubro-Negro. O clube carioca ainda não pagou sete dos dez milhões de euros que deve ao CSKA Moscou e repassaria o montante para um futuro comprador. No Parque São Jorge, pelo menos, esta questão não é nem cogitada pelos dirigentes.

“É bastante. O que você não pagou terá de pagar. É um valor alto e é uma coisa difícil para o Corinthians, para o mercado brasileiro. Mas não vamos nos preocupar como os dez milhões, porque não é um problema nosso” declarou Roberto de Andrade, que aproveitou para deixar um futuro interesse corintiano envolto em mistério. “Tudo pode mudar. Não estamos atrás, mas não sabemos o dia de amanhã”, concluiu.

www.gazetaesportiva.net

Nov 7, 2012

Quando o Paulistão chegar

Tite diz que Zizao só deve voltar a jogar no Campeonato Paulista

Técnico do Corinthians avisa que chinês terá uma sequência de jogos só na próxima temporada
 
VITOR MARQUES – Agência Estado

SÃO PAULO – Zizao terá de esperar até o Paulistão de 2013 para mostrar que tem algum talento para jogar futebol. O técnico Tite afirmou nesta terça-feira que o atacante chinês deverá ganhar uma sequência de jogos com a camisa do Corinthians somente na próxima temporada.

 

Zizao e Jorge Henrique: dura concorrência - José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão
Zizao e Jorge Henrique: dura concorrência

“Nos jogos do Paulista o nível de enfrentamento é menor, a responsabilidade é menor, o Paulista te dá isso, não só para o Zizao, para os garotos também, dá mais tranquilidade, confiança. Seguramente (o Zizao) terá mais possibilidade ano que vem”, disse Tite.

Até agora, Zizao atuou somente cerca de 15 minutos pelo Corinthians, num único jogo pelo Campeonato Brasileiro: derrota para o Cruzeiro por 2 a 0, dia 17 de outubro, em Varginha (MG). Depois disso, quando Tite voltou a escalar os titulares, o chinês nem sequer ficou no banco.

O atacante chinês não deve ser utilizado nas rodadas finais do Campeonato Brasileiro, contra Coritiba, Internacional, Santos e São Paulo. Ele também estará fora da lista definitiva do Mundial de Clubes -só 23 jogadores serão inscritos na competição de dezembro no Japão.

Tite, contudo, ainda não confirma a exclusão de Zizao do grupo que vai ao Mundial, mas dá a entender que o chinês não tem chance de competir com os outros jogadores do elenco corintiano que atuam do meio de campo para a frente.

“O Zizao concorre com o Emerson, com o Jorge Henrique, dois campeões de Libertadores, com o Danilo, com o Martínez, da seleção argentina, com o Romarinho, Douglas. Não é nem pelo fato de ele (Zizao) não estar bem, mas há outros jogadores. No Paulistão haverá outros momentos”, explicou.

Tite revelou que Zizao terá mais chances de jogar no Paulistão porque os titulares só retornam aos treinos às vésperas do início do campeonato estadual, marcado para 19 de janeiro. O período de férias do grupo principal foi ampliado por causa da disputa do Mundial de Clubes – os jogos no Japão serão nos dias 12 e 16 de dezembro.

www.estadao.com.br

Nov 6, 2012

Boa

 

“La U” treina no CT do Corinthians e Tite a deseja boa sorte contra o São Paulo

Treinador corintiano trocou elogios com Jorge Sampaoli e desejou que o melhor vença confronto no Pacaembu

Bruno Winckler , iG São Paulo

 

 

Getty Images

Jorge Sampaoli é técnico da Universidad de Chile

 

O time da Universidad de Chile fez na manhã desta terça-feira no CT do Corinthians o último treino antes da partida contra o São Paulo, no Pacaembu, válido pelas semifinais da Copa Sul-Americana. O rival são-paulino abriu as portas do seu centro de treinamento na zona leste da capital paulista e agradou o técnico Jorge Sampaoli, confiante que sua equipe possa reverter o placar de 2 a 0 na derrota há uma semana em Santiago.

O técnico Tite trocou algumas palavras com comandante do time chileno e desejou boa sorte ao colega na luta pela vaga. O argentino Sampaoli agradeceu a hospitalidade e reconheceu a dura tarefa que sua equipe terá contra o São Paulo.

“Temos de jogar para vencer desde o primeiro minuto, não podemos esperar. Jogar como jogamos nesses últimos meses, principalmente em 2011, quando tivemos uma temporada estupenda. Nossa superação agora tem ser mental e física”, recorda-se Sampaoli, atual campeão do torneio sul-americano e que precisa da classificação para ganhar força.

 

Sampaoli vive crise com dirigentes do clube chileno por conta de desentendimentos em relação ao planejamento da equipe para 2013. Uma eliminação aumentaria a tensão.

Tite espera que quem fizer um melhor jogo saia classificado do Pacaembu e deixou aberta a porta do CT corintiano para outros clubes estrangeiros que vierem disputar jogos em São Paulo.

“Algo que vai muito além das nacionalidades é o respeito ao trabalho e ao profissional. Estamos acostumados a receber bem colegas de profissão porque assim queremos que seja quando formos visitá-los. Isso é respeito e é algo que deve imperar no esporte”, disse o corintiano, bem mais cordial que os dirigentes dos dois clubes quando negociavam o zagueiro José Rojas .

 

 

Nov 6, 2012

Trabalho dobrado

 

Com Corinthians no Mundial, Consulado do Japão lota com procura de vistos

“Se as pessoas querem ir ao Japão para ver o Corinthians, recomendo que solicitem o visto logo”, avisa vice-cônsul

 

Futura Press

Torcida corintiana se mobiliza para acompanhar time no Mundial de Clubes no Japão

A classificação do Corinthians para o Mundial de Clubes mudou a rotina do Consulado Geral do Japão em São Paulo. De acordo com o vice-cônsul Yusuke Nakayama, o local tem recebido muitos torcedores interessados em obter o visto de entrada no país asiático para acompanhar o torneio em dezembro.

“Se as pessoas querem ir ao Japão para ver o Corinthians, recomendo que solicitem o visto logo. No consulado, vocês poderão perceber que há bastante procura. Está muito lotado”, comentou Nakayama.

O vice-cônsul só não conseguiu informar a quantidade de vistos emitidos para torcedores do Corinthians. “Não perguntamos quais são os objetivos das pessoas ao viajarem. Por isso, não consigo calcular quanto a procura está aumentando por causa do Mundial”, explicou.

Na quinta-feira, Nakayama participou de um projeto ambiental que conta com o apoio do Corinthians. O clube firmou parceria com a Associação Brasileira dos Imigrantes Japoneses e com a Secretaria do Verde e Meio Ambiente para plantar 20.000 mudas de árvores da Mata Atlântica no Parque Fazenda do Carmo, na Zona Leste de São Paulo. A iniciativa é uma homenagem às vítimas do terremoto e do tsunami que devastaram o nordeste do Japão em 2011.

No evento, o vice-cônsul japonês desejou sucesso ao Corinthians no Mundial, assim como alguns de seus conterrâneos. A expectativa é que a troca de experiências entre corintianos e japoneses se intensifique ainda mais até o final do ano.

Segundo seu site oficial, a própria Fifa se surpreendeu com a procura de ingressos para o Mundial por parte de torcedores do Brasil: “De acordo com o Comitê Organizador Local do torneio, a demanda dos brasileiros para as partidas que o Corinthians pode disputar ultrapassou o número de entradas disponível”.

 www.ultimosegundo.com.br  

 

Nov 6, 2012

A novela continua

Corinthians descarta jogar Mundial com camisa sem patrocínio

Paulo Passos
Do UOL, em São Paulo

Com time quase definido para a estreia do Mundial, o Corinthians corre para buscar um patrocínio para a camisa. O vice-presidente de marketing do clube, Luis Paulo Rosemberg, descarta que a equipe disputará o torneio sem anunciante. Faltando pouco mais de um mês para a estreia, o time não tem um patrocinador máster.

Rosemberg afirmou ao UOL Esporte que o clube não trabalha com a hipótese de jogar o Mundial de Clubes com a camisa lisa. O clube não conta com um anunciante máster desde abril. A última empresa a ter um contrato de patrocínio com o Corinthians foi a Hypermarcas. O acordo foi selado ainda na época em que Ronaldo atuava no time.

CORINTHIANS LEVA CALOTE DE R$ 1 MI


  • O Corinthians ainda não recebeu algumas parcelas do contrato de patrocínio firmado com a Apito Promocional. A dívida é de pouco mais de R$ 1 milhão.

O Mundial de Clubes é a única competição da Fifa na qual é permitida a exposição de marcas de patrocinadores na camisa dos times. A entidade, porém, limita a apenas um anúncio por time e barra acordos pontuais. O Corinthians, entretanto, não descarta um acordo com uma empresa para expor a marca apenas nas duas partidas do Mundial.

A estratégia de acordos pontuais para partidas foi usada pelo Corinthians durante todo ano de 2012. Para a final da Libertadores, por exemplo, o Corinthians expôs cinco marcas na camisa: Iveco, como principal, Marabraz, Bombril, TIM e Fisk.

O Corinthians tem encontrado dificuldade no mercado para conseguir um patrocinador. Apesar da boa fase do clube, até agora nenhuma empresa quis bancar o valor pedido, mais de R$ 50 milhões pelo patrocínio máster na camisa do time.

 

EM REGULAMENTO, FIFA BARRA PATROCÍNIOS PONTUAIS

Segundo o artigo 12 do regulamento do Mundial de Clubes, os participantes do torneio podem exibir apenas um patrocinador na parte frontal da camiseta. No documento, a Fifa coloca duas condições para isso: “desde que a empresa anunciante seja o principal patrocinador do clube” e que “a marca exposta durante o Mundial corresponda com a marca usada nas camisas durante a última temporada na competição local e/ou durante o torneio que garantiu a classificação para o Mundial”.Além de não poder repetir a venda de vários espaços na camisa, o Corinthians terá que buscar um acordo com uma empresa que já expôs a sua marca durante a Libertadores ou no Campeonato Brasileiro. Além da Iveco, a rede de lojas Magazine Luiza também exibiu sua marca na camisa corintiana em 2012.

Pages:«1234567...16»